Conselho Regulador

A União Europeia reconhece à Cecina de León como um produto de longa tradição e excelente qualidade. Por isto em 1994 otorga-lhe a denominação, sendo apto no Reglamento da Denominação Específica Cecina de León e o seu Conselho regulador.

O Conselho Regulador é uma Entidade de Certidão e Conformidade do Produto. É um organismo dependente da Conselhería de Agricultura da Junta de Castilla e León, com características de orgão desconcentrado da Administração.

As suas principais actividades são a defesa da I.G.P. Cecina de León, a aplicação do seu Reglamento, a vigilância do cumprimento do mesmo, assím como o fomento e o controlo da qualidade do produto amparado.

1. Conselho Rector: é o Orgão de Governo. É o máximo responsável pela certificação e as suas funções, entre outras, são: aprobação do sistema de qualidade, revisão do seu funcionamento e elaboração do plano anual de actividades. É formado pelo presidente, o vicepresidente, o secretário, o tesoreiro e os vogais.

2. Serviço de certidão:
Comité de certidão: dirige as actividades do Serviço de Certidão e assegura a imparcialidade e a independência dos processos de certidão.
Direção Técnica: a cujo frente está o Director Técnico, responsável pela gestão diaria das actividades do Serviço de Certidão.
Secretaría e administração.
Comité Técnico
.
Pessoal Técnico. Destacam os veedores cuja função é inspeccionar as instalações inscritas no Registo de industrias do Conselho Regulador, as peças de carne com destino a serem protegidas pela I.G.P. e sobre as cecinas amparadas.
Comité de Cata: a sua função é realizar as análises organolépticas próprias do processo de avaliação para a certidão. Está composto por elaboradores pertencentes ao Conselho, consumidores (restauradores, representantes da Junta...) e técnicos independentes.

3. Secretariado permanente: encarregado da gestão das actividades diferentes da certidão.

Desde outubro de 1999, o Conselho Regulador possui um Manual de Qualidade baseiado na normativa EN 45.011. Tem se implantado um sistema de funcionamento e gestão da qualidada e tem se estabelecido uma Política de Qualidade baseiada no aseguramento da imparcialidade, independência e integridade e a competência técnica das actuaciões em mateira de certidão.Realizam-se sistemáticamente medições da Qualidade, recogidas de informação e análises de dados para a melhora do sistema.

Legislação:

Lei 25/1970, do 2 de dezembro. Estatuto da Vinha, do Vinho e do álcol.

Ordem do 28 de julho de 1993, da Conselhería de Agricultura e Ganadería da Junta de Castilla e León, pela que se reconhece com características provisionais a Denominação Específica da Cecina de León.

Ordem do 27 de junho de 1994, pela que ratifica-se o Regulamento da Denominação Específica Cecina de León e o seu Conselho Regulador.

Consulte periodo de curación

Introduzca el número de certificación

> ¿Qué es esto?

Recetario de Cecina de León

LA MEJOR CECINA DEL MUNDO

Consejo Regulador I.G.P. CECINA DE LEÓN | León - España | Tfno. +34 987 615 275



Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia del usuario.
Al continuar navegando por la web, entendemos que se acepta nuestra Politica de Cookies.